A LGPD afetará pequenas e médias empresas?

A LGPD afetará pequenas e médias empresas?

19 de fevereiro de 2021 Sem categoria 0

Entenda o efeito da LGPD para pequenas empresas e saiba como iniciar a adequação de forma rápida para evitar multas.

A aproximação da LGPD está tirando o sono de diversas companhias, tanto multinacionais quanto pequenas empresas, pois é necessário que elas estejam de acordo com a nova Lei Geral de Proteção de Dados.

De acordo com uma pesquisa realizada pela ICTS Protiviti, 58,3% das pequenas empresas ainda não iniciaram processos para adequação à lei.

Boa parte disso é cultural, já que as pequenas empresas desconhecem os impactos da lei e a sua importância, assim como a política de multas e sanções da LGPD.

Muitos empresários de pequeno porte acreditam ser uma preocupação apenas de multinacionais, porém, na verdade, todas as empresas que lidem com dados pessoais deverão se adequar.

Se você solicita simplesmente o CPF ou um e-mail para seu cliente, saiba que você já deve ficar atento à nova Lei de Proteção de Dados, pois eles são considerados dados pessoais.

A LGPD tem como principal objetivo a proteção de dados pessoais confiados às empresas, sendo assim, as empresas que manipulam dados devem garantir a privacidade deles.

Toda pequena empresa que possui dados ou registros pessoais está sujeito à LGPD.

Engana-se quem acha que pequenas empresas não possuem muitas informações pessoais, pense por exemplo no caso de empresas de TI em que armazenam uma grande quantidade de dados só pela essência do seu negócio.

Por isso é necessário ficar atento e se adequar o quanto antes para evitar problemas futuros.

Conheça algumas das exigências e medidas da lei

  • Necessidade de autorização do titular para a coleta de dados;
  • Proibição da venda de dados para fins e serviços de divulgação e venda;
  • Dados só poderão ser utilizados para os fins autorizados por seus titulares;
  • Criação da Agência Nacional de Dados (AND), órgão regulador da LGPD;
  • Empresas contarão com um Data Protection Officer (DPO) para fiscalização;

Há penalidades para quem não cumprir?

Quem descumprir as exigências da LGPD está sujeito a uma multa de 2% de seu faturamento total, com um teto de 50 milhões de reais.

Além disso, as infrações também serão amplamente divulgadas, o que pode causar danos à reputação, à imagem e à saúde financeira da empresa.

Seja sua empresa pequena ou média, existem algumas dicas para começar esse processo:

1 – Planejamento

Mapeie quais dados são coletados em diferentes partes do seu negócio – cadastros de clientes, fornecedores, etc. Depois, analise quais melhorias de segurança são necessárias e quanto cada uma irá custar.

2 – Consultoria: 

Você também pode contratar um especialista em segurança de dados para te orientar nesse momento de transformação.

3 – Mudança de cultura

Fale com sua equipe sobre as regras da LGPD e seu impacto no negócio. É importante contar com a colaboração de cada um durante o processo para mapear as áreas que precisam de adequações.

4 – Divulgação

Seus consumidores também devem ser informados sobre as políticas de privacidade da sua empresa. Por isso, inclua avisos em seu site e e-commerce.

Se preferir, as iniciativas de proteção da LGPD podem ser divulgadas em suas redes sociais.

Quando se trata da LGPD, a melhor opção é, desde já, se prevenir e iniciar o processo no seu negócio!

A informeurer informática pode ajudar na parte de tecnologia com soluções de controle de acesso a internet e arquivos da rede. Monitoramento de uso e Logs de acesso.

 

Abrir Whatsapp
1
Prescisa de ajuda?
Olá!
Podemos te ajudar?